900 mil pessoas iniciaram na Bolsa depois do início da pandemia

0

A Bolsa de Valores brasileira desde o inicio da pandemia já ganhou mais de 900 mil novos investidores. Segundo a B3 foi a primeira vez na história que durante uma crise, o número de investidores cresceu ao invés de cair.

Corretoras, bancos e analistas dizem que o fato é estimulado pela avalanche de informações que temos atualmente na internet, evitando que o investidor se desespere em momentos de crise.

VEJA TAMBÉM ESSE POST:  Terabyteshop é Confiável? É Seguro? Reclamações (2021)

Mais investidores brasileiros, menos investidores estrangeiros

De março à julho foram mais de 900 mil novos CPFs registrados na B3, o que acabou superando os mais de 40 bilhões de reais retirados pelos estrangeiros durante a pandemia.

O motivo das entradas de brasileiros e saídas de estrangeiros foi a queda da taxa Selic, que chegou ao menor patamar da história! Batendo 2% ao ano.

VEJA TAMBÉM ESSE POST:  Rastrear Pedido Extra - Qual a transportadora

Sede da B3

O papel das redes sociais

Com a queda da taxa de juros, os especialistas já acreditavam automaticamente na subida de novos investidores. Mas as redes sociais tem aumentado ainda mais essa expectativa.

Influenciadores no ramo de finanças tem batido a marca de milhões de seguidores em redes sociais. E com a influência deles a B3 vem ganhando muitos novos investidores.

VEJA TAMBÉM ESSE POST:  Como Fazer um Ofício no Word (Passo a Passo)

O dado que prova esse palpite é o de jovens na Bolsa, que vem subindo consideravelmente. De cada 10 CPFs listados na Bolsa, 6 deles tem entre 16 e 45 anos. Sendo que há 4 anos atrás não correspondia nem à 20%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui