Skip to content

Consulta IPTU pelo CPF (Grátis)

Descubra por meio deste artigo como consultar IPTU pelo CPF de forma gratuita, saiba também como gerar segunda via do IPTU, como saber o número de inscrição do imóvel, o que acontece se não pagar esse importo e muito mais.

O IPTU é uma sigla que significa Importo Predial e Territorial Urbano, e é um imposto criado pelo Governo do Brasil onde todas as pessoas que tem um imóvel urbano precisam contribuir. Esse é um imposto municipal e todo o arrecadamento fica com a prefeitura da cidade do imóvel, e cada prefeitura tem a sua particularidade de trabalhar, enquanto uns dão mais descontos, outros dão menos.

Consulta IPTU pelo CPF

Agora vamos mostrar um passo a passo de como consultar o IPTU 2020 de um jeito muito prático e rápido, utilizando somente o seu CPF, sem precisar de outros documentos de identificação e sem burocracias. Veja como se faz:

  • Primeiro acesse o site: http://www.fazenda.df.gov.br/area.cfm?id_area=1539
  • Entre na opção Clique Aqui na área de consulta relação de imóveis;
  • Depois, digite o seu CPF e senha, se já tiver cadastro;
  • Caso não tenha cadastro, é só tocar em primeiro acesso e se cadastrar;
  • Para isso é só ter o número de seu CPF em mãos;
  • Pronto, depois disso será possível conferir todas as informações referentes ao IPTU 2020.

Seguindo os passos citados tem como tirar o Guia IPTU, conferir o valor que veio para você pagar nesse ano de 2020. Além disso, também tem a opção de emitir boleto para pagar, seja à vista com desconto ou dividido no boleto bancário. E, saiba que para quem já passou do prazo o esquema é emitir uma segunda via do IPTU e fazer o pagamento sem o desconto.

VEJA TAMBÉM: Como transferir dinheiro da Caixa para Nubank

Consulta IPTU pelo CNPJ

O IPTU é o Imposto Territorial Urbano e é um tributo que é cobrado sob todas as pessoas que são donas de imóveis em zonas urbanas, sejam elas pessoas físicas, ou pessoas jurídicas. O imposto é cobrado de forma anual independente do imóvel estar ocupado ou desocupado, é preciso pagar e o vencimento sempre é no primeiro trimestre de cada ano.

Quando acontece o pagamento do IPTU, o recolhimento correspondente é canalizado aos cofres públicos que dessa maneira ficam reabastecidos. Cada estado e região possuem suas características e normas estabelecidas, mas o dinheiro de cada região serve para fortalecer e restabelecer os cofres públicos, o dinheiro tem o intuito de aplicar e estabelecer melhorias daquela determinada região. O valor arrecadado com o imposto é também destinado ao pagamento dos funcionários públicos e financiamento das obras que melhoram os serviços públicos que são prestados a população.

O CNPJ é o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, e é como se fosse o mesmo que o CPF, só que para as empresas. Algumas prefeituras, principalmente as das grandes cidades brasileiras, disponibilizam a emissão da guia do IPTU pelo CNPJ. Por isso, é importante conferir se esse é o caso da sua cidade, entrando no site da prefeitura da mesma.

Geralmente, na maioria dos campos de emissão de guia de IPTU vai haver uma opção para CNPJ e outra para CPF nos sites, a consulta do IPTU pelo CPF e pelo CNPJ são muito parecidas. Além disso, algumas prefeituras brasileiras solicitam também o CPF do imóvel e outras informações relativas ao proprietário e ao endereço do local.

Como saber o número de inscrição do imóvel

Para saber o número de inscrição do imóvel é bem simples, para cada município, a maneira de se obter o número do IPTU por meio do CPF é diferente. Mas, na maioria delas, é só entrar no site oficial da prefeitura e clicar em abas como Fazenda, Impostos ou até mesmo já IPTU e procurar opções parecidas com localização do número da inscrição imobiliária.

Consulta IPTU pelo CPF

Como gerar segunda via do IPTU

Se você quer imprimir a segunda via do IPTU 2020 e não sabe como, saiba que é preciso acessar o site do Ministério da Fazenda, sendo um procedimento muito fácil emitir a segunda via para pagamento em caso de atraso.

Ou também o contribuinte pode acessar o site da prefeitura da sua cidade onde tem a inscrição do respectivo imóvel ou terreno para fazer a solicitação da segunda via. E, quem não tiver acesso vai precisar ir até a prefeitura pessoalmente para não acumular problemas futuros.

E se não pagar o IPTU?

Saiba que não pagar esse imposto gera multas, cobranças e inscrição nos órgãos de inadimplência. O imóvel também vai ser inscrito na dívida ativa da cidade e pode até ser levado a leilão, se não for feito a quitação ou uma renegociação da dívida.

Muitas cidades contam com o PPI que é o Programa de Pagamento Incentivado, que concede ótimos descontos a quem se propõem a pagar os impostos em atraso. Esses incentivos podem chegar a abatimentos de até 90% do valor total da dívida para se ter uma noção.

Portanto, não deixe de pagar o seu IPTU em dia, para andar em conformidade com a lei e não ficar com dívidas ou até mesmo perder o seu imóvel. E para te ajudar vamos mostrar agora os locais que aceitam o pagamento do IPTU, pois já sabemos que não são todos os lugares que aceitam, então saiba que os bancos autorizados a receber esse pagamento são:

  • Banco Bradesco S.A.
  • Banco Cooperativo do Brasil S.A. – Bancoob
  • Banco do Brasil S.A.
  • Banco Inter S.A.
  • Banco Mercantil do Brasil S.A.
  • Banco Safra S.A.
  • Banco Santander (Brasil) S.A.
  • Caixa Econômica Federal
  • Itaú Unibanco S.A